Aumento da mortalidade infantil: RC não cumpre promessa e 60% de partos são realizados em Campina e João Pessoa

Blog do Helder Moura O mandato do governador Ricardo Coutinho está nos estertores finais e ele não cumpriu várias das promessas de 2...


Blog do Helder Moura
O mandato do governador Ricardo Coutinho está nos estertores finais e ele não cumpriu várias das promessas de 2010, quando foi candidato pela primeira vez. A mais famosa delas foi acabar com a violência na Paraíba em seis meses. O que se foi inteiramente o contrário: a violência só aumentou. Mas, pouca gente lembra que ele também prometeu implantar uma maternidade em cada cidade do Estado…
Era, segundo dizia, para que as mulheres pudessem ter seus filhos em seus próprios municípios. E, também não cumpriu. Detalhe: um recente estudo realizado pelo CRM (Conselho Regional de Medicina), cerca de 60% dos partos realizados na Paraíba são feitos nas cidades de João Pessoa e Campina Grande, precisamente por… falta de maternidades nos municípios do interior.
Dos 223 municípios paraibanos, 116 não realizam este procedimento e a grande maioria das mulheres do interior do Estado são encaminhadas para o IESA (Instituto de Saúde Elpídio de Almeida), em Campina Grande, ainda segundo dados do CRM, articulados obstetra Antônio Henriques, pelo vice-presidente do conselho.
Aponta médico: “Esta concentração de maternidades e profissionais nas duas maiores cidades do Estado causa superlotação e problemas graves na assistência às mães e seus bebês.” De acordo com o “Observatório da Criança”, publicado pela Fundação Abrinq, em abril deste ano, a Paraíba é o terceiro estado do Brasil com o maior número de mortes de mães: a cada 100 mil partos de nascidos vivos, há 87,4 óbitos. O estado está distante da meta de 35 óbitos estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU). (mais em https://goo.gl/3Xa8dE)
CONFIRA VÍDEO COM A PROMESSA (a partir do momento 1:52)…


***
#Política

Você pode gostar também

0 comentários