Vera Magalhães: É necessário que se tenha explicações sobre ex-assessor de Flávio Bolsonaro

Espera-se também de Sergio Moro, que não falou sobre o caso, de Onyx e de Bolsonaro, que deem explicações detalhadas a respeito desse cas...

Espera-se também de Sergio Moro, que não falou sobre o caso, de Onyx e de Bolsonaro, que deem explicações detalhadas a respeito desse caso
Jovem Pan
O fim de semana foi marcado por uma série de desdobramentos do caso de um ex-PM, amigo pessoal da família Bolsonaro, e assessor de Flávio Bolsonaro que, segundo o Coaf, movimentu em sua conta R$ 1,2 milhão em intervalo de um ano. Fabricio Queiroz foi visto em várias fotos com a família Bolsonaro. É alguém a quem Bolsonaro disse ter emprestado mais de R$ 40 mil. Não se trata de qualquer pessoa, é alguém do círculo íntimo da família.
Diante dessa constatação do Coaf de que Fabricio movimentou toda essa quantia, houve silêncio desse assessor. Jair e Flávio disseram não ter conversado com ele. Questionado, Onyx Lorenzoni ficou ofendido, abandonou entrevista coletiva sem dar explicações devidas por alguém que irá assumir a Casa Civil.
Não há nenhuma acusação formal,, mas esse silêncio em questões cruciais levanta dúvidas. É necessário que se tenha explicações. Espera-se também de Sergio Moro, que não falou sobre o caso, de Onyx e de Bolsonaro, que deem explicações detalhadas a respeito desse caso.


***
#Política

Você pode gostar também

0 comentários