Cultura AM de Guarabira sai do ar

Comunicador Geraldo José, em streaming de vídeo da Cultura FM pelo site Nordeste1, no novo estúdio Não é mais possível ouvir a Rádio C...

Comunicador Geraldo José, em streaming de vídeo da Cultura FM pelo site Nordeste1, no novo estúdio

Não é mais possível ouvir a Rádio Cultura AM de Guarabira em 790 KHz. Quem ouviu, ouviu. Quem não ouviu, não ouvirá mais. Agora, só em 94,5 MHz. A emissora já vinha operando nas duas bandas em virtude da migração para FM, mas em 31 de dezembro de 2018 sem, ao menos, convidar os ouvintes para uma última audição em AM – algo que marcasse esse momento de transição em definitivo para FM -, a pioneira do brejo calou-se para sempre.

A migração – como já escrevi aqui no blog - é um processo necessário para a sobrevivência das estações de rádio em AM, sobretudo diante do mercado. Em FM, as emissoras contarão com mais tecnologia e terão novas oportunidades de negócios, por exemplo. Contudo, é triste e nostálgico ligar meu clássico receptor Transglobe, presente do amigo Ademar Filho, e não captar o som da Cultura AM de Guarabira. Ela agora concorre com as FMs locais.

Sobre a migração, o radialista e advogado Claudio Cunha, uma das mais belas vozes da região, fez um comentário em seu perfil no Facebook. Ele também sentiu um misto de tristeza e nostalgia pelo fim das atividades da Cultura. Na rede social, ele relembra sua passagem pela emissora, citas nomes importantes que passaram pela rádio e conclui em ‘tom de lamento’. Confira a postagem de Cláudio Cunha:


A rádio, realmente, tem história e era dona de um acervo rico que talvez não tenha sido preservado... A editoria do Blog do Ikeda deseja sucesso ao empresário João Rafael, bem como aos profissionais da Rádio Cultura FM. Vida longa à pioneira do brejo! 

Por fim, em relação a Rádio Rural de Guarabira, ainda é possível ouvir em AM – ela ainda não iniciou a migração. #SintoniaFina

Você pode gostar também

0 comentários