‘Este é o dia em que o povo começou a se libertar do socialismo’, diz Bolsonaro em 1º discurso à nação

Jair Bolsonaro recebeu a faixa das mãos de Michel Temer e fez o seu primeiro discurso à nação como presidente empossado Jovem Pan E...

Jair Bolsonaro recebeu a faixa das mãos de Michel Temer e fez o seu primeiro discurso à nação como presidente empossado

Jovem Pan

Emocionado, Jair Bolsonaro fez, na tarde desta terça-feira, o seu primeiro discurso ao povo após ser empossado como presidente da República. Horas depois de pregar união e dizer ao Congresso que tinha “uma oportunidade única de resgatar o Brasil”, o capitão da reserva adotou um tom mais popular ao falar pela primeira vez à nação como novo chefe do poder Executivo.

“Esse momento não tem preço”, definiu Bolsonaro, que, minutos antes, havia se sensibilizado com o discurso em libras da nova primeira-dama, Michelle Bolsonaro. “E isso só está sendo possível porque Deus preservou a minha vida e porque vocês acreditaram em mim. Juntos, temos como fazer o Brasil ocupar o lugar de destaque que ele merece no mundo e trazer paz e prosperidade para o nosso povo”, acrescentou, pouco antes de exibir, e chacoalhar, uma bandeira do Brasil enquanto ouvia os gritos de “mito”.

Depois, em clara referência ao PT, partido que vinha de quatro vitórias consecutivas em eleições presidenciais, Bolsonaro definiu esta terça-feira como “o dia em que o povo começou a se libertar do socialismo”.

“É com humildade e honra que me dirijo a todos vocês como presidente do Brasil e me coloco diante de toda a nação neste dia como o dia em que o povo começou a se libertar do socialismo, se libertar da inversão de valores, do gigantismo estatal e do politicamente correto. As eleições deram voz a quem não era ouvido. E a voz das urnas e das ruas foi muito clara. Eu estou aqui para responder e, mais uma vez, me comprometer com esse desejo de mudança. Também estou aqui para renovar as esperanças e lembrar que, se trabalharmos juntos, essa mudança será possível”, afirmou.

No momento em que mais foi ovacionado pelo público presente ao Palácio do Planalto, o presidente recém-empossado reafirmou o seu compromisso com a pauta da Segurança Pública. “É urgente acabar com a ideologia que defende bandidos e criminaliza policiais, que levou o Brasil a viver o aumento dos índices de violência e do poder do crime organizado que tira vida de inocentes, destrói famílias e leva insegurança a todos os lugares. Nossa preocupação será com a segurança das pessoas de bem e a garantia do direito de propriedade e da legítima defesa”.

Por fim, Bolsonaro pediu união ao povo para que pudesse “buscar um novo tempo para o Brasil e para os brasileiros”. “Por muito tempo, o País foi governado atendendo a interesses partidários que não o dos brasileiros. Vamos restabelecer a ordem nesse País. Podem contar com toda a minha dedicação para construir o Brasil dos nossos sonhos”, encerrou.





***
#Política

Você pode gostar também

0 comentários